[Talk-br] Diferença entre GPX/Imagens de Satélite

Flavio Bello Fialho bello em cnpuv.embrapa.br
Segunda Novembro 29 12:55:15 GMT 2010


É bom deixar o aparelho ligado alguns minutos antes de começar a 
registrar a trilha. Áreas com muita interferência (canyons, prédios, 
serra, mato) são um problema. Por isso é melhor traçar as rotas mais de 
uma vez antes de usá-las como referência para corrigir as imagens. Creio 
que as imagens do Bing sejam ortorretificadas, se não não haveria 
sentido em usá-las, mas não sei sobre a precisão do processo. De 
qualquer modo, eu confio mais em cinco trilhas de GPS do que numa imagem.

Em 29-11-2010 10:43, Ricardo Padilha escreveu:
> Na minha opinião, o maior problema não são imagens deslocadas. Como o
> Claudomiro disse basta um script para pegar a área e aplicar um delta
> nas coordenadas.
>
> O problema maior de se basear em imagens é se elas não são corretamente
> "achatadas" (ortoretificadas). Nesse caso, podem haver distorções muito
> difíceis de corrigir com um simples script.
>
> Alguém sabe se o problema é apenas deslocamento ou se temos problemas de
> rotação e/ou distorção tridimensional?
>
> Além disso, eu não confiaria muito nos dados do GPS... não antes de dar
> uma boa olhada no HDOP (Horizontal Dilution Of Precision [1]), que
> indica a precisão dos dados. Já me aconteceu várias vezes de ter um
> error de vários metros entre a posição real e a posição indicada no GPS,
> principalmente logo depois de ligar o aparelho ou quando estou em áreas
> com muita interferência.
>
> Alguém sabe se algum dos softwares leva em conta o HDOP? Seria legal que
> mostrassem a trilha com uma espessura de linha proporcional ao erro.
>
> Att,
> Ricardo
>
> [1]: http://en.wikipedia.org/wiki/Dilution_of_precision_(GPS)
>
> 2010/11/29 Claudomiro Nascimento Junior <claudomiro em claudomiro.com
> <mailto:claudomiro em claudomiro.com>>
>
>     Eu também acho que se já houver uma boa base de dados coletada com
>     GPS, não se deve mover tudo para bater com as fotos de satélite.
>
>     Tanto no Potlatch como no JOSM é possível "deslocar" as imagens pra
>     "bater" com os dados existentes.
>
>     Agora, nas cidades onde não há quase nenhum dados antes da
>     disponibilidade das fotos, acho que é mellhor usar as fotos como
>     referência e em algum ponto no futuro fazer um trabalho de ajuste
>     fino para seguir uma referência mais "exata".
>
>     2010/11/29 Flavio Bello Fialho <bello em cnpuv.embrapa.br
>     <mailto:bello em cnpuv.embrapa.br>>
>
>         Em 26-11-2010 17:34, Johan Dahlin escreveu:
>
>
>             São Carlos tem mesmo problema, veja aqui:
>             http://yfrog.com/5j979kp
>             Mas o error é bem minor. Acho em caso vale pena mudar todos
>             os pontos para
>             ser alinhadas com os dados do Bing.
>
>
>         NÃO FAÇA ISSO! As imagens de satélite têm erro. O GPS está
>         correto, pelo menos na média. Pode acontecer de uma trilha estar
>         deslocada por erro de leitura do GPS, mas o mapa deve
>         corresponder à realidade, e não à imagem de satélite. Se o GPS
>         for passado várias vezes em dias diferentes no mesmo local, o
>         traço médio estará correto. É comum ver a mesma estrada em dois
>         lugares diferentes no limite entre imagens no Google. Isso
>         acontece por erro na ortorretificação ou na amarração da imagem
>         de satélite ao campo (que deve ser feito com GPS). O melhor é
>         tentar deslocar a imagem de forma que traços conhecidos
>         coincidam com o GPS e depois traçar o que falta com a imagem.
>
>         --
>         Flávio Bello Fialho
>         Pesquisador, Embrapa Uva e Vinho
>         bello em cnpuv.embrapa.br <mailto:bello em cnpuv.embrapa.br>
>
>
>
> _______________________________________________
> Talk-br mailing list
> Talk-br em openstreetmap.org
> http://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br

-- 
Flávio Bello Fialho
Pesquisador, Embrapa Uva e Vinho
bello em cnpuv.embrapa.br

--
Aviso de confidencialidade: Esta mensagem da Empresa Brasileira de 
Pesquisa Agropecuária (Embrapa), empresa pública federal regida pelo 
disposto na Lei Federal nº 5.851, de 7 de dezembro de 1972, é enviada 
exclusivamente a seu destinatário e pode conter informações 
confidenciais, protegidas por sigilo profissional. Sua utilização 
desautorizada é ilegal e sujeita o infrator às penas da lei. Se você a 
recebeu indevidamente, queira, por gentileza, reenviá-la ao emitente, 
esclarecendo o equívoco.

Confidentiality note: This message from Empresa Brasileira de Pesquisa 
Agropecuária (Embrapa) a government company established under Brazilian 
law (5.851/72) is directed exclusively to its addressee and may contain 
confidential data, protected under professional secrecy rules. Its 
unauthorized use is illegal and may subject the transgressor to the 
law's penalties. If you're not the addressee, please send it back, 
elucidating the failure.



More information about the Talk-br mailing list