[Talk-br] Labgeo/UFRGS

Fernando Trebien fernando.trebien em gmail.com
Quinta Setembro 12 13:44:58 UTC 2013


Ah, mais um detalhe, sobre a legalidade da importação. O que eu fiz
foi transformar/corrigir os dados do LABGEO antes de fazer a
importação. Os dados podem ser vistos como "obra derivada", e por isso
marquei todos eles com a tag source=LABGEO/UFRGS para o caso de ser
necessário reverter. Acredito que estão ok porque ninguém respondeu o
meu e-mail perguntando se era permitido fazer essa importação, mas vou
saber com certeza quando visitar a UFRGS no início de outubro para ver
se podemos implantar um servidor OTP lá.

Ainda sobre a legalidade, é bem provável que não se consiga
estabelecer um vinculo claro entre o que eu importei e os dados do
LABGEO. O resultado teria sido absolutamente idêntico se eu tivesse
simplesmente colocado o mapa do LABGEO impresso do meu lado e copiado
tudo à olho. Na verdade, uma das alterações foi exatamente assim, o
LABGEO só serviu para responder uma questão que eu tinha há muito
tempo (se a Redenção incluía ou não o parque Paulo Gama e o Instituto
de Educação), os contornos de ambos os parques foram feitos por mim há
meses, só tive que mudar algumas relações de multipolígono:
http://www.openstreetmap.org/browse/changeset/17738742

Praticamente todos os objetos que eu importei foram verificados um por
um (exceto os que eu conhecia bem, claro). Os nomes foram corrigidos
também, primeiro quanto às maiúsculas e minúsculas, depois quanto à
grafia. Faltava principalmente a acentuação correta. A geometria de
cada objeto foi simplificada, realinhada ponto a ponto ao Bing
(garantindo que nenhuma área se sobreponha a objetos existentes),
alguns pontos novos foram gerados nos contornos, e em alguns casos a
geometria do LABGEO não fazia sentido e eu deliberadamente a alterei.
Em todos os casos, coloquei a tag source=LABGEO/UFRGS, para o caso de
ser necessário reverter algo futuramente.

Sendo um processo manual de revisão (lento e trabalhoso), "importei"
tudo com o meu próprio usuário, e não com o meu usuário de importações
(ftrebienimports). Você pode ver os changesets relativos a isso na
minha lista de edições a partir do dia 8 de setembro.
http://www.openstreetmap.org/user/Fernando%20Trebien/edits

2013/9/11 Fernando Trebien <fernando.trebien em gmail.com>:
> Parte do teu trabalho manual também vai ser corrigir erros de grafia nos
> nomes e ajustar alguns contornos manualmente. Os nomes estão todos em letras
> maiúsculas, tens que colocá-los com minúsculas e iniciais maiusculas. Eu
> teria scripts pra fazer isso, pra Linux.
>
> On Sep 11, 2013 2:59 PM, "Fernando Trebien" <fernando.trebien em gmail.com>
> wrote:
>>
>> Labgeo, não Geolab haha.
>>
>> On Sep 11, 2013 2:58 PM, "Fernando Trebien" <fernando.trebien em gmail.com>
>> wrote:
>>>
>>> Augusto, eu já importei alguns desses dados (as categorias com menos
>>> dados). São 995 praças ao total, se quiseres importar tens que fazer uma
>>> revisão manual antes porque muitas estão com um nome numérico. Notei
>>> alguns/vários erros nos dados do GEOLAB. Assim, terás que fazer uma
>>> "conflacao manual", verificando cada objeto.
>>>
>>> Posso te mandar o que "sobrou" para importar, já convertido para o
>>> formato OSM. Mas não esqueça de comparar cada objeto com o que já existe no
>>> OSM hoje. Vi mais de um caso (vários na verdade) em que o OSM estava mais
>>> correto que o GEOLAB.
>>>
>>> Os dados possuem uma tag "CATEGORIA" que especifica o que cada objeto é.
>>> Mas é um código e alguns dos códigos eu não consegui decifrar. Praças é
>>> "PCA".
>>>
>>> O arquivo também tem dados que não faz sentido importar, como as linhas
>>> diretrizes.
>>>
>>> Há outros arquivos no mesmo conjunto de dados que contém informação sobre
>>> a vegetação e a hidrologia. Talvez você queira olhar esses também.
>>>
>>> Estou viajando e volto dia 8 de outubro, quando voltar posso te ajudar
>>> melhor.
>>>
>>> Se importares algo, crie um usuário só pra isso e de preferência guarde
>>> os números dos teus changesets.
>>>
>>> Abraços,
>>> Fernando
>>>
>>> On Sep 11, 2013 12:05 PM, "Augusto Stoffel" <arstoffel em yahoo.com.br>
>>> wrote:
>>>>
>>>> Pessoal (especialmente Fernando),
>>>>
>>>> Então os dados do Labgeo estão legalmente OK para importação?
>>>>
>>>> Notei que o arquivo eixo_ruas.zip [1] no Diagnóstico Ambiental de Porto
>>>> Alegre contém as praças, parques e esplandas, que eu estou disposto a
>>>> importar para o OSM (a longo prazo em suaves prestações).  Eu precisaria
>>>> de umas breves dicas para começar esse trabalho.
>>>>
>>>> Primeiro, entendo que o processo de conflação seria manual. Envolveria
>>>> criar uma camada no JOSM com os dados do Labgeo e copiar as praças para
>>>> a camada principal, uma a uma, checando em cada caso se a coisa faz
>>>> sentido mesmo.  Está correto isso?
>>>>
>>>> O segundo problema é converter os arquivos do Labgeo para um formato
>>>> suportado pelo OSM.  Eu consigo abrir o arquivo eixo_ruas.shp no Quantum
>>>> GIS e filtrar as praças, mas não descobri como exportar para um formato
>>>> JOSM-friendly.  Podes me dar umas dicas gerais sobre como fazer?
>>>>
>>>> Aliás, tem mais alguma coisa interessante no Labgeo sobre Porto Alegre
>>>> além das ruas e praças? Eu não encontrei...  De repente eles tem mais
>>>> dados que não estão no site que eles poderiam nos dar (quiça o contorno
>>>> das edificações), e com certeza eles ao menos responderiam nossos
>>>> emails.
>>>>
>>>> Obrigado.
>>>> Augusto.
>>>>
>>>> [1]
>>>>
>>>> http://www.ecologia.ufrgs.br/labgeo/arquivos/downloads/dados/Diagnostico_Ambiental_POA/cd/Base_cartografica/eixos_ruas.zip
>>>>
>>>> _______________________________________________
>>>> Talk-br mailing list
>>>> Talk-br em openstreetmap.org
>>>> https://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br



-- 
Fernando Trebien
+55 (51) 9962-5409

"The speed of computer chips doubles every 18 months." (Moore's law)
"The speed of software halves every 18 months." (Gates' law)



Mais detalhes sobre a lista de discussão Talk-br