[Talk-br] Limites Administrativos.

Fernando Trebien fernando.trebien em gmail.com
Sábado Maio 10 07:35:42 UTC 2014


Não li toda a conversa (é bem longa) então posso estar falando alguma
bobagem. Mas aí vão os meus 20 centavos.

"label" serve para especificar onde o nome da área relativa ao limite
administrativo deve ser renderizado. Ainda cabe à aplicação seguir
essa especificação ou não.

"admin_centre" serve para especificar onde fica o centro
administrativo do limite administrativo. Para um estado, é a capital.
Para uma cidade, normalmente é a prefeitura (mas não acho que chegou a
ser discutido).

Por mera convenção (que não está escrita em pedra, mas que se pode
observar sendo adotada em vários países):
* Cidades têm só admin_centre, que normalmente é bem próximo à
prefeitura (o centro administrativo da cidade);
* Estados têm label e admin_centre. O admin_centre do estado é o mesmo
ponto do admin_centre da capital do estado. Ou seja, esse ponto
pertence a duas relações de limite administrativo, tendo o papel
admin_centre nas duas;
* Países, tal como estados, têm label e admin_centre, e o admin_centre
do país é o mesmo da capital. No Brasil, seria o ponto que representa
o "lugar" Brasília. Esse ponto é o único no Brasil que participa de 3
relações de limite administrativo com o papel admin_centre (ver no
final: http://www.openstreetmap.org/node/34567423)

As cidades normalmente não têm label porque (suponho, porque nunca vi
escrito) a maioria dos cartógrafos o colocaria na mesma posição do
admin_centre da cidade, porque não faz muito sentido posicionar o
label de um município no seu centro geométrico (considerando os
contornos do município, não os contornos da região urbana do mesmo).
Cidades podem ter um label separado de um admin_centre? Podem, todas
as relações de limite administrativo (país, estado, cidade, bairro)
podem ter um membro "label" posicionado arbitrariamente.

Parecido com isso, não faz muito sentido posicionar obrigatoriamente o
label de um bairro no seu centro. O local onde mais faz sentido é no
ponto considerado o "núcleo" do bairro, o ponto mais visitado, o mais
importante, onde o bairro nasceu, etc. O mesmo vale para uma cidade,
onde o ponto mais importante geralmente é uma porção urbanizada, que
pode ficar bem longe do centro geométrico do limite administrativo. A
única diferença é que bairros normalmente não têm "admin_centre".
(Essa já seria uma discussão bem avançada, mas poderíamos talvez
convencionar em colocar o admin_centre dos bairros na respectiva
associação de moradores.)

Já num estado sim faz sentido posicionar o label no centro geométrico
porque a capital normalmente tem uma renderização especial. Mas enfim,
essas são meras convenções de renderização, que (no mkgmap) se
misturam com a lógica que associa cidades a estados.

É fato que a maioria das cidades brasileiras não está com o ponto
"label" incluído na lista de membros da relação de limite
administrativo. Deveriam estar? Deveriam. Mas não por causa do mkgmap
em especial. Deveriam ter as tags is_in? Na minha opinião, idealmente
não, essas tags são informação redundante e várias aplicações
trabalham corretamente (e mais corretamente! já que o valor em is_in
pode contradizer a geometria) sem a presença dessas tags. As tags
is_in são proibidas? Não, e como são amplamente usadas, e não queremos
afastar as pessoas que usam o mkgmap, acho que podem ser usadas até
que o programa as suporte, mas de preferência não em tudo (se possível
não em cada POI de cada cidade; isso geraria uma quantidade enorme de
redundâncias difícil de gerenciar depois). Seria bom pra comunidade do
OSM que alguém se envolvesse com o desenvolvimento do mkgmap para
ajudar a alinhar a visão dos desenvolvedores à visão da comunidade do
OSM. Do contrário, sempre teremos ideais que nunca virarão realidade.

Mesmo uma correção simples, multiplicada por 5500, seria uma tarefa
árdua. Uns meses atrás, eu consertei a relação nos principais
(capitais + 2 cidades grandes em cada estado), na esperança de algum
dia inspirar as pessoas a fazer o mesmo nas cidades do interior do seu
estado. Em vários estados (especialmente nas regiões norte e nordeste)
nem mesmo as capitais estavam corretas. O motivo: não temos
colaboradores envolvidos trabalhando nessas áreas ainda. Em algumas
até temos, mas não chegaram a estudar da complexidade dos limites
administrativos, talvez porque considerem mais urgentes outros
problemas do mapa. Mas qualquer um pode sair fazendo a correção, a
qualquer hora, em qualquer lugar. Pode até transformar isso numa
mapping party. Ou num desafio de programação.

2014-05-10 0:09 GMT-03:00 Nelson A. de Oliveira <naoliv em gmail.com>:
> 2014-05-10 0:01 GMT-03:00  <thundercel em gpsinfo.com.br>:
>> Foi dito que ele não é necessário e agora o label, mesmo não sendo
>> necessário porque o nome vai aparecer mesmo no centro geométrico do estado,
>> tem seu emprego defendido?
>> Continuo não atingindo.
>
> Eu não estou defendendo label. Eu apenas tentei explicá-lo quando você
> perguntou sobre o que seriam os dois nós na relação do MS.
>
> _______________________________________________
> Talk-br mailing list
> Talk-br em openstreetmap.org
> https://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br



-- 
Fernando Trebien
+55 (51) 9962-5409

"Nullius in verba."



Mais detalhes sobre a lista de discussão Talk-br