[Talk-br] Classificação de rodovias no Brasil

Ivaldo Nunes de Magalhães ivaldonm em gmail.com
Sábado Abril 11 17:58:08 UTC 2015


Acredito que esse assunto (classificação de rodovias) já tenha sido
bastante debatido aqui. Como sou novo na lista e por ser uma atividade do
OSM que não conheço muito, tenho algumas dúvidas e preciso me aprofundar
mais no assunto. Por isso, preciso da ajuda dos conhecedores profundos
nessa área, para que eu possa assimilar bem e fazer ceto já da primeira
vez, evitando retrabalhos para ou outros.

Na verdade eu não gosto muito dessa tarefa de classificar vias, pois os
parâmetros do OSM são diferentes dos aplicados no Brasil, pelo DNIT. Alias,
no meu entender, o DNIT não tem parâmetros claros, pois sua classificação
geralmente se dá com relação aos aspectos de pavimentada e duplicada. Pelo
menos é o que aparece nos seus mapas.

O fato é que tenho visto muitas coisas estranhas no mapa do OSM e - mesmo
não sendo fan da atividade - não posso "pecar" por omissão e fingir que não
vi algo errado. Por outro lado a inserção de notas em pontos conflitantes,
no meu entender, é muito improdutivo e lendo.

Como exemplo das minhas dúvidas, posso citar dois exemplos de rodovias aqui
no Mato Grosso do Sul, os quais tive a oportunidade de percorrer e gravar
arquivos .gpx com anotações:

Exemplo 1: Rodovia BR-262 (trecho Campo Grande/MS à Três Lagoas/MS).
Exemplo 2: Rodovia MS-395 (trecho Três Lagoas/MS à Brasilândia/MS), este
alterei o nome para BR-158, conforme mapa rodoviário do DNIT.

No exemplo 1, trata-se de rodovia sem acostamento, em praticamente quase
todo o trecho, com mão simples (apenas uma faixa em cada sentido, sem
separação de vias), e sem nenhum ponto com faixa dupla por sentido, para
ultrapassagem nas subidas, por exemplo. No OSM alguém colocou como Via
Expressa (verdinho). Pelas informações descritas no OSM (sinalzinho de
exclamação ao lado do logotipo da via), a classificação correta seria Via
Secundária. Nisso a minha cabeça ferve...kkk

No exemplo 2, trata-se de rodovia com acostamento em ambos os sentidos, na
maior parte do trecho, mais larga e com alguns trechos com faixa dupla nos
sentidos. No OSM alguém colocou essa como Via Primária (vermelhinha).
Novamente, pelas informações descritas no OSM (sinalzinho de exclamação ao
lado do logotipo da via), a classificação correta seria também Via
Secundária. Ai fica muito difícil entender.

A minha conclusão para esses dois exemplos é a seguinte: algumas pessoas
chamam tudo quanto é tipo de rodovia de "BR", e por associação seriam vias
expressas, mas rápidas e importantes, classificando-as como tal,
independente da sua estrutura de física de construção. Como no segundo
exemplo constava (incorretamente) como MS-395 (via sob jurisdição do Estado
de Mato Grosso do Sul), foi colocado via primária.

Desse modo gostaria que fosse informado se existe algum trabalho de
adaptação dos parâmentros do OSM para as rodovias brasileiras, de modo que
a classificação se aproximasse o máximo possível da realidade e que forneça
informações que nos possibilite segurança nas alterações, quando julgadas
necessárias. Já vi numa das wikis do OSM uma grande tabela sobre esse
assunto, mas considerei o material um tanto burocrático (requer longa
análise) para tomada rápida de decisão.


*Ivaldo*
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://lists.openstreetmap.org/pipermail/talk-br/attachments/20150411/7da70889/attachment-0001.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão Talk-br