[Talk-br] Reunião - OSM Brasil 2015-06-17

Reinaldo Neves rneves em equacao.com.br
Quarta Junho 17 21:15:59 UTC 2015


Para conhecimento de todos, 

 

na reunião de hoje falamos sobre como organizações que tenham interesse em endereçamento na criação do projeto OpenAdrress Brasil, que por falta de outro nome chamarei assim por enquanto, tendo por referência o projeto internacional http://openaddresses.io.

 

O Thierry relatou contatos feito com a associação de empresas de monitoramento de veículos cujo representante demonstrou interesse no processo, e perguntou o que fazer para envolver outras entidades (IBGE, Correio, etc.) e como dar o pontapé inicial no projeto.

 

Neste ponto o Vitor levantou o problema da qualidade dos dados disponíveis para compor essa base e sugeriu a criação de um pré-projeto definindo o que constaria nessa base de endereços, níveis de informação e formas de uso/extração desses dados por parte dos usuários citando como exemplo o apontador.com.br, e sugerindo para carga inicial os dados de endereço disponível no OSM.

 

Definiu-se que o projeto não tem como fim concorrer com o apontador, gmaps e outros nesse nicho mas sim ser um provedor de informação de endereço  e todos concordaram que os endereços OSM podem compor a base inicial do projeto, onde o Thierry vai começar a compor textos e falar com seus contatos dando o processo como iniciado e tendo como apoiadores o OSM Brasil, http://codigourbano.org e outros que venham a aderir.  As informações de tipo e nome de ponto comercial quando existirem não serão descartadas, mas sim comporão um conjunto de informações extras inerentes ao endereço.

 

Após rápida discussão sobre a sugestão do Winnie de importar os dados do geolog-São Paulo para o OSM, em razão da complexidade e tempo, além de a informação não ter numeração de endereço optou-se por tentar incluir esse mapa como uma camada de edição ao OSM conforme foi feito com o IBGE.

 

Sobre os dados do IBGE CNEFE, apesar de não serem de altíssima qualidade coloquei que neste ponto alguma informação é melhor que a realidade atual que é não ter nenhuma, mesmo no OSM temos diversas localidades que mal possuem nomeadas as Rodovias que as cortam e por isso devemos utilizar a camada IBGE para melhorar os dados do OSM.

 

Quanto ao uso do CNEFE na base de endereços foi ponderado que o importante num primeiro momento é obter (Thierry) um compromisso do IBGE com uma licença ODBL ou equivalente, mesmo que executivos do IBGE se digam a favor da publicidade de dados, enquanto não houver uma licença formal podemos plantar uma bomba relógio no projeto com o uso dessa informação.  

 

Da mesma forma esta definido que a importação de dados do DNE dos correios esta descartada, até porque essa base não contém endereço e não seria relevante para o projeto.  O CEP continua sendo uma informação importante mas não define o endereço, o endereço geográfico latitude/longitude acaba sendo mais relevante, especialmente para uso em roteirização.

 

O Vitor estimou em 2 meses a montagem de uma versão alfa do projeto de endereços e vai tocar isso conforme disponibilidade, além de ter sugerido que as ações que envolvam o OSM sejam atualizadas no wiki: http://wiki.openstreetmap.org/wiki/WikiProject_Brazil, especialmente o que diga respeito ao capítulo Brasil.

 

Também relatou os encontros que teve nos EUA onde além da divulgação do OSM Brasil apresentou o projeto mapazonia: http://roads.mapazonia.org/ e o sobre o mapeamento de terras indígenas: http://wiki.openstreetmap.org/wiki/WikiProject_Brazil/Terras_ind%C3%ADgenas

 

Por último mas não menos importante ficou claro que será preciso algum tipo de apoio/patrocínio ( financeiro e/ou de recursos materiais e humano ) para o projeto pois a disponibilidade de hora/programação anda escassa.

 

Abraços a todos

___________________________

Reinaldo Neves

Equação Informática

(11) 3221-3722

 

 

 

 

-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://lists.openstreetmap.org/pipermail/talk-br/attachments/20150617/705721d4/attachment.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão Talk-br