[Talk-br] Track = via agro-florestal

Fernando Trebien fernando.trebien em gmail.com
Terça Junho 30 17:56:03 UTC 2015


Só pra desdizer o que eu acabei de dizer, é track sim nas dunas. Diz
no artigo sobre tracks:

"If a path is wide enough for 4-wheel-vehicles (width > 2 m), and it
is not legally signposted or otherwise only allowed for pedestrians,
cyclists or horseriders, it is often better tagged as a
highway=track."

O ideal é acrescentar detalhes como tracktype, smoothness, surface,
mtb:scale, e as tags de acesso legal (access, motorcar, bicycle, foot,
wheelchair, etc.).

Via agro-florestal não seria adequada pra esse caso, assim como
estrada rústica não seria (não é bem uma "estrada" construída). Mas
também vale notar que esse texto é quase uma nota de rotapé no artigo
original.

Que tal "estrada informal" então?

Também acho que, para contrastar com esse caso (como sugere o wiki),
"path" poderia ser traduzido como "caminho informal". Ambos os casos
não são projetados pela adminsitração pública, os que são projetados
seria unclassified (estradas) ou footway (calçadas, caminhos internos
em parques, calçadas no interior de condomínios, etc.). Footway
ficaria (como já está no iD) como "caminho de pedestre", cycleway como
"ciclovia", e daí eu acho que todo o mundo consegue se entender.

2015-06-30 13:49 GMT-03:00 Fernando Trebien <fernando.trebien em gmail.com>:
> Bem, a classificação deve ser feita com base na idéia de "para que serve" a
> via. Tracks servem principalmente para dar acesso motorizado ao interior de
> fazendas e florestas. Geralmente esse acesso é restrito ao público externo,
> mas às vezes é liberado. Em parte ele se contrasta com service, que é para
> dar acesso a propriedades e estacionamentos, geralmente apenas acesso local
> (access=destination), às vezes público (access=yes). Footways são caminhos
> construídos (com ou sem pavimento) para trânsito sobretudo de pedestres
> (ex.: calçadas, principais caminhos no interior de parques). Como no Brasil
> esses caminhos podem, por lei, ser usados por ciclistas, dá pra adicionar
> bicycle=yes a eles. Uma distinção entre track e footway é a sua intenção:
> algumas footways comportariam veículos, mas não foram feitas para que esse
> seja o tráfego predominante. Vice-versa para track. Pela mesma razão, uma
> trilha de caminhada aberta intencionalmente para o turismo seria
> highway=footway. Em contraste, um caminho irregular (no sentido de não ter
> registros oficiais) por um morro seria path. Cycleways são o equivalente
> para ciclistas (também com ou sem pavimento) e geralmente são chamados de
> ciclovias. Bridleways são o equivalente para equitação. Tracks, por exemplo,
> comportam o trânsito de cavalos, mas não foram feitas com esse objetivo
> principal. Paths servem para caminhos difíceis de classificar, como esse
> caminho pelas dunas. Outro caso para path seriam caminhos não intencionais
> que foram se formando como tempo (ex.: rastros na grama fora dos caminhos
> principais em um parque). Nesses casos, o ideal é complementar informação
> pra descrever o caminho: quem pode passar por ele (bicycle, foot,
> wheelchair, horse, motorcar, motor_vehicle)? Qual o estado da sua superfície
> (surface, smoothness, tracktype, mtb:scale, sac_scale)? Se por acaso fosse
> um caminho pela praia, contanto que a areia fosse relativamente firme, daria
> pra adicionar motorcar=yes e bicycle=yes por exemplo. Muito provavelmente dá
> pra adicionar foot=yes e wheelchair=no.
>
> A confusão toda é porque as pessoas tendem a pensar no mapa concretamente,
> no desenho. Tracks são marrons para combinar com o fundo das fazendas e
> florestas, não para representar que não são pavimentadas. A questão da
> representação da pavimentação no mapa se arrasta, mas tá andando.
>
> Por essas e outras, faria sentido marcar track como via agro-florestal. Isso
> ajudaria os mapeadores a se afastarem do aspecto visual e a se concentrarem
> na intenção da via.
>
> Não sei para discordar. Mas tenho uma pergunta: uma trilha dentro de uma
> duna seria etiquetada o que? Podemos considerar o ambiente como "florestal"?
> Talvez sim, pois a "guarda florestal" atua lá.
>
> Em 30 de junho de 2015 02:42, Fernando Trebien <fernando.trebien em gmail.com>
> escreveu:
>>
>> Alguém discorda dessa tradução?
>
>
> _______________________________________________
> Talk-br mailing list
> Talk-br em openstreetmap.org
> https://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br
>



-- 
Fernando Trebien
+55 (51) 9962-5409

"Nullius in verba."



Mais detalhes sobre a lista de discussão Talk-br