[Talk-br] Votação: uso de boundary=administrative para meso/micro-regiões do IBGE

santamariense imagens.sm em gmail.com
Quarta Maio 18 14:28:16 UTC 2016


Relato a seguir meu voto final sobre o assunto e o porquê:

Entendo que o boundary=administrative, como descrito na wiki, poderia
sim ser usado como o do IBGE porque do texto que define o que é uma
boundary=administrative, vem que deve ser reconhecida por governo ou
outras organizações - então poderíamos usar o órgão máximo da área no
Brasil, que é o IBGE.

Mesmo que ainda o IBGE diga não ser uma divisão administrativa, ele
também diz que seria administrativo apenas estados, e municípios. Logo
deveriam ser excluídos aqui do OSM as admin_level dos distritos e
bairros, por exemplo. Mas como isso não está em questão...

Aqui pela comunidade também aprendi que os estados podem criar suas
micro e meso-regiões e estas sim não seriam estatísticas, seriam
administrativas (mesmo que não tenha uma pessoa-administradora), e
poderão constar no mapa, como é o caso da micro-região Celeiro, aqui
no RS. - Porque o que se está tentando excluir dos níveis
administrativos são as micro e meso do >>>IBGE<<<. Não?

Cheguei a cogitar, que em locais onde houvessem as micro e meso
definidas pelo estado poderiam estar sendo adicionadas estas, e onde
não houvessem definição delas, seria usado as do IBGE. Porém, haveriam
municípios que estariam dentro de duas admin_level ao mesmo tempo, o
que isso sim não dá para aceitar.

E por fim, diante do dilema entre colocar no mapa, por exemplo, a
Micro-região Celeiro (criado por lei estadual), ou a Micro-região
criada pelo IBGE (estatística), é preferível o primeiro caso. Entendo
que o IBGE o que fez, ao criar essas micro e meso, foi preencher a sua
maneira a falha dos estados em não criarem suas próprias micro e meso.
Infelizmente os estados pouco trabalham na criação destas subdivisões,
mas enfim... CONCORDO com a exclusão das micro e meso das
boundary=administrative.



Mais detalhes sobre a lista de discussão Talk-br