[Talk-br] Votação: uso de boundary=administrative para meso/micro-regiões do IBGE

Márcio Vinícius Pinheiro marcioviniciusmp em gmail.com
Quarta Maio 18 23:11:11 UTC 2016


Acho que quaisquer das opções são válidas desde que não haja perda de
informação. No entanto, diante da possibilidade de conflito entre as
microrregiões administrativas e estatísticas, acho que temos que chegar a
uma solução viável em que cada coisa seja mapeada como realmente é.

Só é difícil dizer o que cada coisa realmente é. Concordo com quem
ressaltou que uma região "administrativa" não tem necessariamente que ser
formal e ter uma administração centralizada e isso faz essas regiões
"administrativas" se confundirem com regiões "estatísticas" que são
utilizadas administrativamente. Difícil separar categoricamente uma da
outra e se o fizermos, o faremos com sério risco para informações
importantes (que vão além das micro e mesorregiões) se quisermos manter
alguma coerência.

Sou urbanista, minha escala é outra, acho que isso é uma questão para
geógrafos. Me abstenho de votar, só quis mesmo expor minhas ideias (pelas
regras da votação talvez isso signifique discordo, não sei).

Além disso, já que tocamos no assunto, acho também que deveriam tirar as
palavras "Microrregião" e "Mesorregião" dos nomes das microrregiões e
mesorregiões. Além de não significar nada para esmagadora maioria dos
usuários, não fazem parte o nome nem são necessárias para identificá-las,
determiná-las ou diferenciá-las de outras coisas.

- - - ·
Atenciosamente,

Márcio Vinícius Pinheiro
http://about.me/Doideira
<http://pt.gravatar.com/marciovinicius>

Em 18 de maio de 2016 11:28, santamariense <imagens.sm em gmail.com> escreveu:

> Relato a seguir meu voto final sobre o assunto e o porquê:
>
> Entendo que o boundary=administrative, como descrito na wiki, poderia
> sim ser usado como o do IBGE porque do texto que define o que é uma
> boundary=administrative, vem que deve ser reconhecida por governo ou
> outras organizações - então poderíamos usar o órgão máximo da área no
> Brasil, que é o IBGE.
>
> Mesmo que ainda o IBGE diga não ser uma divisão administrativa, ele
> também diz que seria administrativo apenas estados, e municípios. Logo
> deveriam ser excluídos aqui do OSM as admin_level dos distritos e
> bairros, por exemplo. Mas como isso não está em questão...
>
> Aqui pela comunidade também aprendi que os estados podem criar suas
> micro e meso-regiões e estas sim não seriam estatísticas, seriam
> administrativas (mesmo que não tenha uma pessoa-administradora), e
> poderão constar no mapa, como é o caso da micro-região Celeiro, aqui
> no RS. - Porque o que se está tentando excluir dos níveis
> administrativos são as micro e meso do >>>IBGE<<<. Não?
>
> Cheguei a cogitar, que em locais onde houvessem as micro e meso
> definidas pelo estado poderiam estar sendo adicionadas estas, e onde
> não houvessem definição delas, seria usado as do IBGE. Porém, haveriam
> municípios que estariam dentro de duas admin_level ao mesmo tempo, o
> que isso sim não dá para aceitar.
>
> E por fim, diante do dilema entre colocar no mapa, por exemplo, a
> Micro-região Celeiro (criado por lei estadual), ou a Micro-região
> criada pelo IBGE (estatística), é preferível o primeiro caso. Entendo
> que o IBGE o que fez, ao criar essas micro e meso, foi preencher a sua
> maneira a falha dos estados em não criarem suas próprias micro e meso.
> Infelizmente os estados pouco trabalham na criação destas subdivisões,
> mas enfim... CONCORDO com a exclusão das micro e meso das
> boundary=administrative.
>
> _______________________________________________
> Talk-br mailing list
> Talk-br em openstreetmap.org
> https://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br
>
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://lists.openstreetmap.org/pipermail/talk-br/attachments/20160518/6537e38a/attachment.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão Talk-br