[Talk-br] Vetorização de matas no OSM com Sentinel-2

Sérgio V. svolk2 em hotmail.com
Quarta Setembro 12 23:40:25 UTC 2018


Prezados(as),

venho aqui expor e submeter à apreciação da comunidade OSM no Brasil uma proposta de método de mapeamento de matas para o OSM (natural=wood e landuse=forest) , baseado em vetorização semi-automatizada de imagens do satélite Sentinel-2, para o que peço autorização para uso em mapeamento no OSM no Brasil.

A proposta detalhada passo-a-passo encontra-se documentada na página wiki "Vetorização de matas com Sentinel-2":
https://wiki.openstreetmap.org/wiki/Vetoriza%C3%A7%C3%A3o_de_matas_com_Sentinel-2

Os testes já realizados (sem upload) encontram-se na página:
https://wiki.openstreetmap.org/wiki/User:SergioAJV/Sentinel-2_vectorizing_tests

O objetivo desta proposta, resumidamente, é contribuir com uma ferramenta para o mapeamento no OSM de grandes coberturas de matas.

A justificativa consiste, basicamente, em que o método possibilita mapear grandes áreas de mata, de municípios ou regiões de interesse, adequadamente, mais rapidamente, e com melhor precisão geométrica do que o que comumente pode ser encontrado ou realizado em mapeamento exclusivamente manual e com as imagens disponíveis nem sempre atualizadas e que, de todo modo, não permitem escolha, como de épocas do ano mais propícias à identificação de vegetação.

O método se destina a matas. Não se destina ao mapeamento de objetos pequenos. A resolução das imagens disponíveis é de 10 e 20m/pixel, e as geometrias resultantes da ordem de ~1nó/10m em curvas. Ainda assim maior do que se pode encontrar muitas vezes em mapeamento manual de "landcover", como matas. O processo pode gerar cerca de 100 a 150 nós por km2, em áreas com muita variedade de tipos de matas. O que significa cerca de 1.000.000 de nós a partir de 1 imagem Sentinel de 100x100km. Menos que isso em áreas mais homogêneas.

O método exige o controle ativo dos parâmetros de distinção de classes de vegetação e demais elementos geográficos a partir das imagens de satélite, em todo o andamento do processo, até o resultado final na geração de vetores .osm.
Exige certo tempo na aplicação dos passos, e sobretudo atenção, como na medição de valores de pixels para as classes de objetos, escolha de objetos para amostragem, bem como na verificação do resultado final. Não é um processo imediato. Ainda assim, permite grande ganho de tempo no mapeamento.

Mais detalhes podem ser encontrados nas citadas páginas de documentação.

Agradeço sua atenção e apreciação, acolhendo questões ou comentários no que desejarem e/ou julgarem necessário.



- - - - - - - - - - - - - - - -

Sérgio - http://www.openstreetmap.org/user/smaprs
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://lists.openstreetmap.org/pipermail/talk-br/attachments/20180912/a169c478/attachment.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão Talk-br