[Talk-br] Excesso de tertiary em Porto Alegre

Fernando Trebien fernando.trebien em gmail.com
Sexta Agosto 23 15:06:16 UTC 2013


Você não viu a discussão na lista sobre classificação de vias?
Trocamos mais de 150 mensagens a respeito na lista e há um post bem
grande no fórum a respeito
(http://forum.openstreetmap.org/viewtopic.php?id=21275). O resultado
final foi este fluxograma:
http://wiki.openstreetmap.org/wiki/Pt-br:How_to_map_a

Não sei em que você se baseia pra dizer que há "excesso" de tertiary
(diz no wiki quando há muito e quando há pouco?). Havia sim uma
"indefinição de critérios" no Brasil anteriormente a essa discussão.
Suspeito que cada um fazia da sua forma, com a sua própria
interpretação do texto. Se continuaram fazendo, bem, não é comigo a
questão, ninguém me avisou que tinham mudado de opinião (e eu leio a
lista e o fórum quase todos os dias).

Eu não vou repetir tudo o que foi discutido, mas ninguém discordou e
alguns acharam interessante essa idéia (que tem um certo respaldo na
definição do wiki) de classificar como vias terciárias as ruas
preferenciais, as secundárias as ruas que são preferenciais das
preferenciais, etc.

Eu avisei a todos que um dos problemas dessa definição é produzir
trechos curtos com classificação diferente onde há "semáforos", pois
nesses trechos, pra decidir qual a rua preferencial, seria necessário
observar a temporização do semáforo (para qual via ele dá mais tempo).
Isso só inspecionando diretamente, esquina a esquina.

A minha idéia então foi seguir essa regra básica pra todo o mapa (já
fiz) e ir ajustando a classificação caso a caso conforme a
necessidade, anotando sempre a razão para desviar da regra na tag
"note" da via (senão qualquer pessoa pode mudar a classificação ao bel
prazer).

O mapa está assim, cheio de terciárias, faz alguns meses. Desde o
começo, sempre conferi o impacto no roteamento com o OSRM, e sempre
funcionou muito bem (melhor que antes). Uso outro GPS também, o
MapFactor Navigator, que também funciona muito bem pra mim com essa
classificação. Eu comecei aos poucos, primeiro no meu bairro, daí no
caminho até o trabalho, depois estendi pra toda a cidade, e a cada
passo fui testando o impacto. Nesse processo classifiquei não só essas
vias como também as que são 'living street" (e propus uma definição
pro Brasil, com a qual alguns concordaram parcialmente na comunidade -
falta fazer uma revisão disso). Qual o GPS que você usa que teve
problemas com as terciárias aqui? Qual a rota que você calculou que
está pior com essa classificação?

Talvez você também queira saber que tudo que eu faço (e pretendo
fazer) nessa região eu registro aqui:
http://wiki.openstreetmap.org/wiki/WikiProject_Brazil/RS/Porto_Alegre/Status

Preparei a página para poder receber ajuda de outras pessoas :D.
Talvez devamos criar uma seção ali registrando os casos em que a
classificação deve divergir do fluxograma.

Tenho umas alterações pendentes pro fluxograma (alguém sugeriu definir
claramente o que é considerado um acostamento aceitável, não tive
tempo de pesquisar um critério adequado, mas seria um critério
relacionado à largura: provavelmente 2m ou 3m). Se você quiser retomar
essa discussão sobre classificação, sugiro fazer isso no fórum.

2013/8/23 Flavio Bello Fialho <bello.flavio em gmail.com>:
> Olhei agora o mapa de Porto Alegre e, na minha opinião, está um caos. Metade
> das ruas são tertiary, o que está completamente incoerente com o mapa de
> qualquer outro lugar. A classificação das ruas deve ajudar a escolher a
> melhor rota. Do jeito que está, mais atrapalha do que ajuda. As secondary
> também apresentam problemas. Há trechos curtos de ruas secondary que não se
> ligam a ruas de importância igual ou maior. Já as primary estão bem
> coerentes e compatíveis com a realidade. O que aconteceu com as secondary e
> tertiary?
>
> --
> Flávio Bello Fialho
> bello.flavio em gmail.com
>
> _______________________________________________
> Talk-br mailing list
> Talk-br em openstreetmap.org
> http://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br
>



-- 
Fernando Trebien
+55 (51) 9962-5409

"The speed of computer chips doubles every 18 months." (Moore's law)
"The speed of software halves every 18 months." (Gates' law)



Mais detalhes sobre a lista de discussão Talk-br