[Talk-br] Aeroporto de Ribeirão

Bráulio brauliobezerra em gmail.com
Sexta Junho 14 11:40:50 UTC 2013


Não sei se você conhece, mas é sempre bom usar os filtros no JOSM para
esconder o que não é interessante para a edição que você está fazendo no
momento. Além de ficar menos confuso, a renderização fica mais rápida.


2013/6/13 Fernando Trebien <fernando.trebien em gmail.com>

> Hm, interessante. Depois de você dizer isso, fui conferir como é feito em
> Berlim, e é parecido (também com landuse=residential). Mas ao invés de
> polígonos (áreas), eles usam multipolígonos e agrupam as ruas que limitam
> as quadras com o papel "outer". Desculpem a ignorância, é a primeira vez
> que vi isso. Como são multipolígonos, fica meio escondido no Potlatch, e no
> JOSM é visualmente confuso porque Berlim é muito densa.
>
> Converter uma representação em outra ia dar um trabalhão, mas sempre há o
> bom e o ótimo né. Eu não sei nem se eu recomendaria usar multipolígonos
> para isso porque me parece que eles são confusos para os iniciantes e para
> o contribuinte casual. Então, acho que mapear as quadras como áreas simples
> está ok.
>
>
> 2013/6/13 Arlindo Pereira <openstreetmap em arlindopereira.com>
>
>> Aqui no Rio, o IPP fornece um arquivo com o contorno bastante detalhado
>> de quadras. Importei alguns trechos pequenos nos bairros de Botafogo e
>> Copacabana como landuse=residential para testar como fica.
>>
>> []s
>> Em 13/06/2013 12:52, "Fernando Trebien" <fernando.trebien em gmail.com>
>> escreveu:
>>
>>  Antes que me corrijam: num shopping center, landuse=retail vai para a
>>> área do terreno (se for necessário mapeá-lo assim, depende do tamanho e da
>>> estrutura do shopping né). O prédio do shopping (no interior dessa área)
>>> recebe building=yes e shop=mall.
>>>
>>>
>>> 2013/6/13 Fernando Trebien <fernando.trebien em gmail.com>
>>>
>>>> Hm não respondi tudo do seu e-mail original.
>>>>
>>>> Também acho que ele não deveria mapear os quarteirões assim. Sei que na
>>>> Coréia do Sul cada quarteirão tem um nome, daí faria "algum" sentido
>>>> (embora deva haver um esquema de tags melhor - talvez um nó por quarteirão,
>>>> ou uma relação de fronteira administrativa com um nível bem elevado, algo
>>>> tipo 12 ou mais). Se ele só vai fazer isso para o mapa ficar parecido com o
>>>> do SimCity, melhor não fazer nada.
>>>>
>>>> Bem, quando na região a atividade comercial geralmente é no andar
>>>> térreo e residencial nos demais andares, então eu consideraria
>>>> "predominantemente residencial". Eu uso "landuse=commercial" para complexos
>>>> puramente comerciais (ou às vezes por simplicidade, para evitar usar demais
>>>> a relação "site"): digamos que exista um terreno, com um único endereço, e
>>>> alguns prédios comerciais dentro dele (podem ser lojas ou escritórios, por
>>>> exemplo) sem endereço de correspondência distinto (exceto pelo complemento,
>>>> como nomes ou números internos), e todo o complexo tem um nome. Nesse caso,
>>>> eu usaria landuse=commercial no terreno, que também teria tags de endereço
>>>> e o nome do complexo.
>>>>
>>>> O "complexo" pode ser qualquer coisa com mais de 1 elemento dentro,
>>>> tipo 2 ou mais prédios ou 1 prédio e 1 estacionamento logo em frente no
>>>> mesmo terreno. Prefira o bom senso: se só tem 1 prédio, pense se o prédio
>>>> sozinho já não bastaria. (Isso varia conforme o estilo pessoal, tem gente
>>>> que enche de detalhes, tem gente que simplifica, tem gente que só coloca 1
>>>> nó e pronto. :P)
>>>>
>>>> Muito parecido com isso é o mapeamento de shopping centers, onde se
>>>> usaria "landuse=retail". O render fica idêntico no Mapnik.
>>>>
>>>> Note que isso às vezes pode variar com o contexto, como no caso de uma
>>>> cidade fortemente planejada como Brasília. Lá essas tags poderiam ter
>>>> outros usos mais interessantes.
>>>>
>>>>
>>>> 2013/6/13 Fernando Trebien <fernando.trebien em gmail.com>
>>>>
>>>>> Além do Rio, por um tempo apareceu Belo Horizonte como cidade
>>>>> "interessante". Recentemente eles tiraram as cidades consideradas
>>>>> "interessantes" desse mapa, não sei a razão. Mas então, é outra alternativa
>>>>> a considerar no próprio Brasil.
>>>>>
>>>>> Não vou recomendar Porto Alegre porque não revisei o aeroporto daqui
>>>>> ainda. :P Sei que está bem apresentável, agora se segue bem direitinho as
>>>>> recomendações da comunidade, não tenho certeza.
>>>>>
>>>>>
>>>>> 2013/6/13 Fernando Trebien <fernando.trebien em gmail.com>
>>>>>
>>>>>> Bem, eu jogava SimCity. Acho que algumas pessoas pensam que
>>>>>> landuse=residential é como quando você marca um pedaço da cidade no jogo
>>>>>> dizendo "aqui eu quero que construam casas". :P O jogo também permite
>>>>>> marcar áreas comerciais (landuse=commercial) e industriais
>>>>>> (landuse=industrial) (!) haha.
>>>>>>
>>>>>> Se esse usuário tem cometido esses erros com frequência, pode-se
>>>>>> abordá-lo educadamente pelo sistema de mensagens do OSM (basta clicar em
>>>>>> "send message" na página do perfil do usuário) e sugerir algumas leituras
>>>>>> ou dar meia dúzia de dicas. Fazer ele se sentir capaz e útil apesar dos
>>>>>> enganos é essencial para manter ele interessado e continuar mapeando. :D
>>>>>> Você também pode apontar exemplos e dizer que se ele quiser saber o jeito
>>>>>> certo de mapear, basta ele clicar em Edit e ver quais tags cada elemento
>>>>>> recebeu. As melhores cidades mapeadas no OSM estão indicadas aqui:
>>>>>> http://bestofosm.org
>>>>>>
>>>>>> Entre elas, no Brasil, temos o Rio de Janeiro.
>>>>>>
>>>>>> O Nelson tem razão. A área coberta pelas tags "landuse" a princípio
>>>>>> pode ser qualquer uma, mas o uso deve ser com bom senso. A delimitação da
>>>>>> área "urbana" é feita de outras formas (e até difícil, como você define a
>>>>>> borda exata que separa o meio urbano do rural? geralmente é uma transição
>>>>>> gradual), e seria no mínimo impreciso (e bastate óbvio, logo meio inútil)
>>>>>> dizer que todas as partes da cidade são uma única "área residencial". Acho
>>>>>> absolutamente seguro excluir essa grande área que você apontou em São
>>>>>> Carlos e Leme. Antes de fazer isso, eu só daria uma olhada se ela tem
>>>>>> alguma outra tag relevante além de landuse=residential (às vezes é
>>>>>> informação interessante que pode ser colocada em outro lugar, como na
>>>>>> definição da própria cidade - no nó place=city ou na relação que define a
>>>>>> fronteira).
>>>>>>
>>>>>> Eu tenho usado landuse=residential para condomínios residenciais e
>>>>>> (mais recentemente) para as áreas de comunidades carentes (como vilas e
>>>>>> favelas). O segundo caso se aproxima um pouco da definição de um bairro
>>>>>> (mas não é bem bairro porque não é uma "fronteira administrativa", poderia
>>>>>> ser talvez uma "fronteira civil" mas isso nunca foi bem descrito no wiki do
>>>>>> OSM).
>>>>>>
>>>>>>
>>>>>> 2013/6/13 Nelson A. de Oliveira <naoliv em gmail.com>
>>>>>>
>>>>>> 2013/6/13 Roger C. Soares <rogersoares em gmail.com>:
>>>>>>> > Eu estava colocando landuse apenas nos condomínios residenciais,
>>>>>>> foi o caso
>>>>>>> > que eu mais vi por enquanto. Mas em São Carlos e Leme tem uma
>>>>>>> grande área,
>>>>>>> > quase do tamanho da cidade, com landuse residential. Tem algum
>>>>>>> padrão
>>>>>>> > preferido aqui no Brasil pra mapear landuse?
>>>>>>>
>>>>>>> Isso eu já não concordo (e acho errado) em utilizar
>>>>>>> landuse=residential para a área inteira da cidade.
>>>>>>> Acredito que as pessoas imaginam que utilizar landuse=residential
>>>>>>> seja
>>>>>>> a forma correta de delimitar a área urbana da cidade (e por isso o
>>>>>>> fazem).
>>>>>>>
>>>>>>> _______________________________________________
>>>>>>> Talk-br mailing list
>>>>>>> Talk-br em openstreetmap.org
>>>>>>> http://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br
>>>>>>>
>>>>>>
>>>>>>
>>>>>>
>>>>>> --
>>>>>> Fernando Trebien
>>>>>> +55 (51) 9962-5409
>>>>>>
>>>>>> "The speed of computer chips doubles every 18 months." (Moore's law)
>>>>>> "The speed of software halves every 18 months." (Gates' law)
>>>>>>
>>>>>
>>>>>
>>>>>
>>>>> --
>>>>> Fernando Trebien
>>>>> +55 (51) 9962-5409
>>>>>
>>>>> "The speed of computer chips doubles every 18 months." (Moore's law)
>>>>> "The speed of software halves every 18 months." (Gates' law)
>>>>>
>>>>
>>>>
>>>>
>>>> --
>>>> Fernando Trebien
>>>> +55 (51) 9962-5409
>>>>
>>>> "The speed of computer chips doubles every 18 months." (Moore's law)
>>>> "The speed of software halves every 18 months." (Gates' law)
>>>>
>>>
>>>
>>>
>>> --
>>> Fernando Trebien
>>> +55 (51) 9962-5409
>>>
>>> "The speed of computer chips doubles every 18 months." (Moore's law)
>>> "The speed of software halves every 18 months." (Gates' law)
>>>
>>> _______________________________________________
>>> Talk-br mailing list
>>> Talk-br em openstreetmap.org
>>> http://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br
>>>
>>>
>> _______________________________________________
>> Talk-br mailing list
>> Talk-br em openstreetmap.org
>> http://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br
>>
>>
>
>
> --
> Fernando Trebien
> +55 (51) 9962-5409
>
> "The speed of computer chips doubles every 18 months." (Moore's law)
> "The speed of software halves every 18 months." (Gates' law)
>
> _______________________________________________
> Talk-br mailing list
> Talk-br em openstreetmap.org
> http://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br
>
>
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://lists.openstreetmap.org/pipermail/talk-br/attachments/20130614/f4bef213/attachment-0001.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão Talk-br