[Talk-br] Proposal of import: Brazilian Geodetic Network - Alternativa WMS / IBGE

Sérgio V. svolk2 em hotmail.com
Quarta Março 22 12:19:35 UTC 2017


Bom dia pessoal,

após sugestão do Luis Bahiana (email abaixo), deu certo colocar todos os WMS das Redes Geodésicas do IBGE no JOSM.

Pensei então que, para o propósito de auxiliar no alinhamento de imagens (que era o principal do meu ponto de vista), não é necessário importar os SHP dos marcos geodésicos (estações de medição da rede geodésica). Basta ter como camada auxiliar WMS no JOSM ou iD.

As medições geodésicas podem ir melhorando com o tempo. No SHP ficariam desatualizadas. Teria que saber toda vez que muda para alterar. No WMS, já ficam atualizadas automaticamente.


Além disso, com o link dos relatórios como auxiliar, se pode consultar facilmente os demais dados, como: localidade, altitude, coordenadas, etc. Para isto, basta copiar a URL básica dos relatórios e substituir no final pelo nome (ref) da estação que aparece nos WMS (em zoom próximo).


Por exemplo, URL básica:

http://www.bdg.ibge.gov.br/bdg/pdf/relatorio.asp?L1=<http://www.bdg.ibge.gov.br/bdg/pdf/relatorio.asp?L1=90128>

<http://www.bdg.ibge.gov.br/bdg/pdf/relatorio.asp?L1=90128><acrescentar nome da estação conforme WMS>


Adaptada para a estação "90128" (Monte Roraima):

http://www.bdg.ibge.gov.br/bdg/pdf/relatorio.asp?L1=90128


Além disto, há um problema de precisão, se importar direto as coordenadas conforme estão no SHP:


Muitas estações possuem grande precisão, p.ex 4 casas decimais em segundos (~3mm; como a "90128" do Monte Roraima, acima).

Mas muitas outras estações ainda estão em graus/minutos/segundos, com precisão de segundo inteiro (sem decimal) .

Ex.: http://www.bdg.ibge.gov.br/bdg/pdf/relatorio.asp?L1=3018T (23 ° 24 ' 02 " S, 45 ° 37 ' 02 " W)

Ou seja, uma precisão de 1 segundo (inteiro, sem decimal) de arco na linha do equador dá uma margem de erro de ~30m.

O que não ajudaria muito a alinhar imagem no OSM, dados, etc, pois fica até acima da margem de erro do GPS comum (10-20m).


"Por mim", suspendo a proposta de importação dos marcos em SHP, e se pode usar os WMS, sempre atualizados.

A princípio, dá pra usar todas as camadas WMS citadas nos metadados no INDE direto no JOSM.


Vou trocar de tópico a seguir, onde descreverei como usar os WMS do IBGE (e do INDE em geral, para as demais camadas de interesse, só que aí tem que ainda testar os parâmetros ESRI de GetMap.)

Dá também pra fazer uma wiki tutorial pra estes WMS.


- - - - - - - - - - - - - - - -

Sérgio - http://www.openstreetmap.org/user/smaprs


>On 2017-03-22 00:48:25 UTC Luis Bahiana wrote:
>Sérgio Uma coisa que esqueci de mencionar. Voce deve ter notado que no Visualizador da INDE em cada tema,clicando com a tecla direita abre um menuzinho de download. Então, uma das opções é WMS que é o acronimo de Web Map Services. Com isso voce pode servir a sua camada como um geoserviço web. Ao invés de baixar um SHP que pode se desatualizar, com o serviço web você tem a garantia que tem a versão mais atual. Nunca tentei mas acho que é possivel consumir no JOSM não? Abs Bahiana

-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://lists.openstreetmap.org/pipermail/talk-br/attachments/20170322/ef733abb/attachment.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão Talk-br