[Talk-br] Classificação de vias

Pedro Geaquinto pedrodigea em gmail.com
Sábado Junho 16 01:23:47 BST 2012


Essa discussão tá interessante!

Um problema em se usar as imagens aéreas (como o Aun sugeriu) para
distinguir vias asfaldas e não-asfaltadas é que muitas vezes houve uma
obra entre a data da fotografia e os dias atuais, ou então a imagem
tem saturação muito alta e não dá pra distinguir estrada de chão de
paralelepípedo, pisos intertravados, etc.
Eu desisti de colocar a tag surface=* nas ruas de Marataízes-ES [1]
por causa disso, quando vou lá pessoalmente às vezes tem muitas ruas
que estão diferentes.

Já em áreas mais metropolitanas ainda tenho minhas dúvidas. Por
exemplo, tudo bem que trunk na cartilha é para vias duplicadas, mas
não serveriam para binários de ligam duas vias duplicadas?
E ainda existem bairros com ruas que podem ter várias interpretações
e, sinceramente, não sei o que fazer. Vou dar o exemplo de onde edito,
no Rio de Janeiro, onde há muito o caso de múltiplas interpretações,
já que existem muitos "bairros de passagem" pela própria geografia:

Em Copacabana [2], existe um binário (Barata Ribeiro/Nossa Senhora de
Copabana) e uma via duplicada (Av. Atlântica) de velocidades
semelhantes (60/70). Pela cartilha, o binário pode variar de tertiary
até primary e Av. Atlântica de tertiary (por ter maior vocação
turística) até trunk. Nos bairros vizinhos de Ipanema e Leblon, a
situação é parecida por terem o mesmo dilema binário + via duplicada
turística.

Ainda em Copacabana, existem alguns dilemas tertiary-secondary como:
- Av. Henrique Dodsworth (Corte do Cantagalo) [3]: liga Copacabana à
Lagoa, mas serve até para Ipanema.
- Túnel Velho + binário Siqueira Campos - Figueiredo de Magalhães [4]:
liga Copacabana a Botafogo, mas serve para todos que tem como destino
bairros após Copacabana.

1: http://www.openstreetmap.org/?lat=-21.052&lon=-40.8272&zoom=13&layers=M
2: http://www.openstreetmap.org/?lat=-22.9712&lon=-43.1841&zoom=14&layers=M
3: http://www.openstreetmap.org/?lat=-22.976794&lon=-43.195811&zoom=18&layers=M
4: http://www.openstreetmap.org/?lat=-22.9643&lon=-43.18969&zoom=17&layers=M

Em 15/06/12, Aun Yngve Johnsen<lists em gimnechiske.org> escreveu:
> Eu poder dar um luz ai,
>
> Depende do fonte o classificacão das estradas e bem dificil.
> * Ate agora eu não teve como dividir meus trilhas gpx por areas asfaltadas e
> areas não asfaltadas, mas maioria dos meus trilhas gpx e dos estradas
> asfaltadas.
> * mapeamento por Bing e outros fontes com imagens aereal e mais fazil
> identificar onde e asfaltadas e onde e não, mas e dificil identificar se e
> um estrada principal ou não
> * mapeamento com fontes importadas as vezes tem informação adicional que
> poder por exemplo identificar areas asfaltadas ou não e também poder
> identificar que e estradas principal, secundario, etc.
>
> Eu acho que, afore dos estradas principais como BR-101, cohencimento local e
> necesario para identificar as ruas  mais certo. A gente mapeando sem este
> precicar mapear por um padrao, e os locais ajuda com asertar os dados
> depois
>
> Aun Y. Johnsen
> Sent from my iPad
>
> On 15. juni 2012, at 18:13, Arlindo Pereira
> <openstreetmap em arlindopereira.com> wrote:
>
>> Pois é. Na verdade, ela é subjetiva por ser uma classificação oficial da
>> Inglaterra, onde o OpenStreetMap surgiu.
>>
>> Acho a solução de colocar a observação razoável, embora não a ideal. Não
>> deixando de colocar as tags surface=* apropriadas, não vejo porque seria
>> um problema.
>>
>> Infelizmente isso é um bocado fora da minha realidade pois vivo na cidade
>> grande, não dirijo, viajo de ônibus ou de avião etc., meu mapeamento é
>> 100% metropolitano.
>>
>> []s
>>
>> 2012/6/15 Gerald Weber <gweberbh em gmail.com>
>> Olá
>>
>> eu concordo totalmente que não se deva colocar tags incorretas apenas para
>> fazer aparecer num dado renderizado alguma coisa específica, e nem sequer
>> proponho isto. Até porque seria inútil, já que cada renderizador mostra as
>> coisas do jeito que quer.
>>
>> O que me chama a atenção no entanto é que a classificação da via
>> (tertiary, secondary etc) é subjetiva e nem sequer tão útil, mas é
>> mostrada. Por outro lado não se dá ao usuário qualquer dica de que ele
>> está olhando para uma estrada de terra e não de asfalto. Em todos os mapas
>> que eu conheço esta é a informação mais elementar que existe. No mapnik e
>> todos os outros renderizadores que vi esta informação inexiste.
>>
>> Uma maneira de contornar isto seria adicionar ao nome da estrada "terra"
>> ou "em terra". Eu vejo isto nos mapas do tracksource e acho bem efetivo
>> pois garante que a informação é transmitida independente do renderizador.
>> Tipo name="BR 123 (em terra)"  nos trechos apropriados. Não compromete
>> nada e passa a informação garantidamente.
>>
>> Afinal de que serve colocar todo o esforço em mapear e depois uma
>> informação tão crucial fica simplesmente perdida?
>>
>> Enfim, se me permite emprestar a frase: "don't tag for the renderer, map
>> for the user" ;)
>>
>> abraço e bom final de semana
>>
>> Gerald
>>
>>
>> 2012/6/15 Arlindo Pereira <openstreetmap em arlindopereira.com>
>> Me parece que isso é problema do renderizador (leia-se, do Mapnik), não
>> nosso. É aquele mantra, "don't tag for the renderer".
>>
>> http://wiki.openstreetmap.org/wiki/Tagging_for_the_renderer
>>
>> O que não quer dizer que a gente não tenha que resolver, em absoluto. Mas
>> não vai ser escolhendo tags diferentes das que já existem, mas sim fazendo
>> o renderizador entender as tags que já são usadas.
>>
>> []s
>>
>>
>> 2012/6/15 Gerald Weber <gweberbh em gmail.com>
>> Usar a tag "unclassified"  para uma rodovia que foi classificada como
>> municipal não-pavimentada eu acho contraditório.
>>
>> Na minha opinião deveria ser tertiary e surface=unpaved ou surface=ground.
>> Já track, ou seja trilha me parece descrever uma caminho que não é usado
>> corriqueiramente, por exemplo um caminho onde você não esperaria ter uma
>> linha de ônibus.
>>
>> Mas o meu maior desconforto é ver que nenhum rederizador parece distinguir
>> estrada com surface=unpaved de estrada com surface=paved. Quer dizer, se
>> uma estrada é unclassified, tertiary, secondary etc é uma avaliação muitas
>> vezes subjetiva e uma informação que não é crucial para o usuário. Mas a
>> informação surface=ground ou surface=unpaved é uma informação totalmente
>> objetiva e crucial e que não aparece para o usuário (me corrijam se eu
>> estiver errado).
>>
>> A situação é mais ou menos a seguinte: você planeja uma viagem e consulta
>> o mapa OSM na web, aí você vê que existe uma determinado caminho e planeja
>> fazê-lo. Chegando lá você se depara com uma rota de 100 km de estrada de
>> terra. Imagine isto em época de chuva. Ou seja, é uma informação que
>> precisava saltar aos olhos, mas como?
>>
>> abraço
>>
>> Gerald
>>
>>
>> 2012/6/15 Hermann Peifer <peifer em gmx.eu>
>> Olá,
>>
>> Tenho uma pergunta relacionada as definições de rodovias em áreas rurais
>> [1]: É verdade que uma estrada municipal não-pavimentada nunca pode ser na
>> categoria "tertiary"? Este tipo de estrada tem que ser mapeado como:
>> "unclassified" ?
>>
>> As definições do Wiki:
>>
>> --- snip ---
>>
>> unclassified = Estrada não pavimentada, de administração municipal.
>>
>> tertiary = Estrada não pavimentada, federal ou estadual, ou rodovia
>> pavimentada municipal.
>>
>> --- snip ---
>>
>> Abs, Hermann
>>
>>
>> [1]
>> http://wiki.openstreetmap.org/wiki/Pt-br:Guia_de_Mapeamento_do_Territ%C3%B3rio_Brasileiro
>>
>>
>>
>> On 14/06/2012 16:20, Flavio Bello Fialho wrote:
>> Alterei o Wiki. Agora as duas definições estão coerentes.
>>
>> Em 12-06-2012 12:40, martin137-hi6Y0CQ0nG0 em public.gmane.org escreveu:
>>
>> Olá,
>>
>> encontrei algumas incoerências na classificação das vias urbanas no
>> wiki e queria perguntar qual é a versão oficial.
>>
>> Dum lado existe uma classificação segundo limites de velocidade e as
>> categorias trânsito rápido, arterial, coletora e local:
>> http://wiki.openstreetmap.org/wiki/Pt-br:Guia_de_Mapeamento_do_Territ%C3%B3rio_Brasileiro
>>
>>
>> Dum outro lado existe uma tradução do tag highway que até o tradutor
>> não achou oficial (e que ignora os aspectos acima):
>> http://wiki.openstreetmap.org/wiki/Pt-br:Key:highway
>>
>> Alguém pode me dizer qual versão devíamos seguir? E se for a primeira,
>> onde em geral posso achar a classificação das vias na cidade? Acabei
>> de ver que São Paulo tinha uma tal lista ([1]), mas não sei onde achar
>> essas classificações para outras cidades.
>>
>> Abraço
>> Martin
>>
>> [1]
>> http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/habitacao/departamentos/aprov/index.php?p=3303
>>
>>
>>
>>
>> _______________________________________________
>> Talk-br mailing list
>> Talk-br em openstreetmap.org
>> http://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br
>>
>>
>> _______________________________________________
>> Talk-br mailing list
>> Talk-br em openstreetmap.org
>> http://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br
>>
>>
>>
>> _______________________________________________
>> Talk-br mailing list
>> Talk-br em openstreetmap.org
>> http://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br
>>
>>
>>
>> _______________________________________________
>> Talk-br mailing list
>> Talk-br em openstreetmap.org
>> http://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br
>>
>>
>> _______________________________________________
>> Talk-br mailing list
>> Talk-br em openstreetmap.org
>> http://lists.openstreetmap.org/listinfo/talk-br
>



Mais detalhes sobre a lista de discussão Talk-br