[Talk-br] Excesso de living street em Porto Alegre

Paulo Carvalho paulo.r.m.carvalho em gmail.com
Terça Janeiro 7 12:31:43 UTC 2014


Fernando, cartografia é uma arte-ciência bem pragmática.  Você olha a via,
classifica e pronto.  O caso da Barão do Amazonas é óbvio.  É uma via
importante.  Classificá-la como living street é definitvamente um erro.

Devemos gastar nosso tempo para discutir pontos realmente indefinidos.


Em 7 de janeiro de 2014 10:00, Fernando Trebien
<fernando.trebien em gmail.com>escreveu:

> Parece que todos estão ignorando quando eu disse que "precisa de
> refinamentos" e quando eu disse "talvez tenhamos que reclassificar
> segundo esse novo critério com que concordamos" e que isso "resolveria
> a maioria dos casos citados" ("mas não mudaria muito a grande maioria
> dos demais").
>
> Se ninguém assumir esse trabalho, isso vai ser feito por mim, mas não
> hoje, hoje não posso.
>
> Tem mais alguém pensando em formas de classificar vias urbanas? Se
> sim, gostaria de propostas. É fácil criticar o trabalho dos outros sem
> propor uma solução.
>
> 2014/1/7 Paulo Carvalho <paulo.r.m.carvalho em gmail.com>:
> > Tenho que concordar com o Flávio.  Dei uma olhada na Barão do Amazonas no
> > Google Street View e essa via é de tertiary para cima.  Pelo fato de ter
> > muitos ônibus, atravessar o canal e ligar locais distantes colcaria como
> > secondary, junto a Guilherme Alvez, que tem característica semelhante e
> > funciona em conjunto com a primeira rua como uma via de maior "largura de
> > banda".
> >
> > P.S.: Não moro em PoA, mas já estive lá diversas vezes, indo e vindo
> entre o
> > Moinhos de Vento ou Centro e o Campus do Vale da UFRGS.
> >
> >
> > Em 7 de janeiro de 2014 09:10, Fernando Trebien <
> fernando.trebien em gmail.com>
> > escreveu:
> >
> >> Você leu a discussão inteira né? Há uma proposta nova de classificação
> que
> >> dá um resultado bem menos "horroroso" e que a comunidade gostou (espero
> que
> >> você tenha visto a foto, já a mostrei aqui 2 vezes). Está até descrito
> como
> >> fazer. Se lhe incomoda tanto, você tem liberdade pra aplicá-la agora
> mesmo.
> >> Só lhe peço para converter a informação das preferências em
> placas-pare, pra
> >> que essa informação não se perca.
> >>
> >> Você leu a discussão sobre living street né? Duas pessoas além de mim
> >> estão interessadas em usar living streets onde pedestres são forçados a
> >> andar na pista junto com os carros por falta de calçadas. Isso dá quase
> a
> >> mesma classificação atual, provavelmente mudando os casos que mais
> incomodam
> >> vocês e uns poucos outros. Fico feliz que você seja a segunda pessoa a
> >> concordar que seriam interessantes também em ruas muito estreitas, foi a
> >> idéia com que a comunidade menos concordou da outra vez que essa
> discussão
> >> surgiu.
> >>
> >> On Jan 7, 2014 8:12 AM, "Flavio Bello Fialho" <bello.flavio em gmail.com>
> >> wrote:
> >>>
> >>> 18 mensagens em 4 horas nesse thread.
> >>>
> >>> Eu desisti de Porto Alegre por enquanto, apesar de ter nascido e morado
> >>> boa parte da minha vida lá, em função da zona que virou a
> classificação das
> >>> ruas. A Barão do Amazonas está como living street? É o que acontece
> quando
> >>> se tenta reinventar os critérios de mapeamento do nada. Gostaria muito
> que
> >>> outros mapeadores se manifestassem sobre a situação de Porto Alegre.
> >>>
> >>> Fernando, eu respeito o teu trabalho e admiro a tua dedicação.
> Precisamos
> >>> de mais mapeadores com a paixão que tu tens pelo projeto. Só que essa
> forma
> >>> de classificação das vias gera um mapa horroroso. Não me leve a mal,
> mas
> >>> acho que podemos aproveitar melhor a nossa energia de outra forma.
> >>>
> >>> Quanto a living street, é uma via em que pedestres têm preferência
> sobre
> >>> veículos. Até podemos mapear ruas residenciais muito estreitas assim,
> mas
> >>> julgar quais ruas são "inadequadas" e classificá-las como living
> street é
> >>> totalmente impróprio. Se eu mapeasse Porto Alegre, a Barão do Amazonas
> seria
> >>> tertiary.
> >>>
>
-------------- Próxima Parte ----------
Um anexo em HTML foi limpo...
URL: <http://lists.openstreetmap.org/pipermail/talk-br/attachments/20140107/8db97bb5/attachment.html>


Mais detalhes sobre a lista de discussão Talk-br